Ana Maria Reis

Brasil | SP | Sorocaba

Ana Maria Reis reside e trabalha em Sorocaba. Através de técnicas e materiais têxteis diversificados trafega nas questões de consciência planetária estruturando processos, poética e materialidade.
Atua como pesquisadora têxtil há 40 anos nos questionamentos de natureza, de espaço e de culturas em suas obras agregando temas relacionados aos valores históricos por acreditar na relevância da arte têxtil e comportamentos humanos. Durante o percurso e vivências artísticas, atuou paralelamente com o campo educativo por 30 anos. Possui Mestrado em Educação pela Universidade de Sorocaba, Pós-graduação em Estatística pela USP e atualmente pesquisa a relação do bordado nos movimentos de fortalecimento dos coletivos no curso Pós-graduação em Bordado na Universidade Federal de São Paulo.
Expõe suas obras há 12 anos focando a divulgação da linguagem têxtil para o conhecimento em vários seguimentos dos campos das artes visuais. Participou dos Festivais de Arte Têxtil – Fibra de Artista (RS) com exposição individual e coletiva, exposição ALESP, Projeto 'Ô de Casas' (Com Mônica Salmaso), exposições com os coletivos Grupo MATILHA e TEIA Movimento de Arte. Em 2020 teve sua obra ‘Quando o Sol Nascer’ classificada na Pré Bienal WTA- Word Textile Art – Chile, também selecionada pelo Comitê Organizador da XI Bienal Internacional de Arte Beijing, 11th LB Fiberart, exposição de arte têxtil Pequim, China.

Qual a importância da arte em sua vida?

Essencial e primordial.

Como você acha que a Arte pode contribuir no fortalecimento da Cultura de Paz?

Pela importância que a arte imprime nas pessoas podendo trazer transformações.

Quais são os problemas ambientais que mais te preocupam?

Diante das discussões durante as aulas da disciplina Corpo, Cuidado e Ação no curso de pós-graduação em Artes na Unifesp, associamos ao antropoceno e questionamentos da ação do homem ao novo regime climático (expressão utilizada por cientistas para mudança climática). Contrapõe propositalmente as visões atuais da existência humana ao mostrar que o novo regime climático está mais presente em nossas vidas.

Na sua região, qual problema ambiental tem maior impacto em sua vida?

são as intensas chuvas ou a intensa estiagem. Ou seja, os extremos das estações.

Na sua opinião, como a Arte pode aumentar a consciência das pessoas em relação aos problemas sociais,políticos, ambientais e humanitários?

A arte tem o poder de conscientizar, mas principalmente deveríamos intensificar a arte na infância.

Outono
Outono

Obra têxtil com bordado sobre feltro.
Dimensões: 80 x 80 cm
Ano: 2023

Nascimento
Nascimento

Obra têxtil com bordado sobre aquarela
Dimensões: 40 x 40 cm

+ Artistas

Crystalle Bobbe
Morwarid Bahar
SHIYU
Francisco de Melo Peixoto
Sandra Kravetz
Livia Passos Nascimento Cavalcante
Erica Senneke
Marilda Santana Albino
Léo Valença
Ana Aparecida Silva Prado
Leila Knijnik
Maria José Gonçalves Oliveira
Milena Julianno
Ricardo Albuquerque
Saikoski
Genara Navarro Prata
Ana Carolina Mancini Seixas Fernandes
Regina Sganzerla
Letícia Barreto
Tiago Gomes Alves
Ana Maria Reis
Fabrícia Leandra dos Santos Gonçalves
Sandra Cristina Scavassa
Maria da Glória de Jesus Nogueira
Gabriela Garcia de Figueiredo
Marly Genuino
Jurema Vaz Cordeiro
Heloisa Prado
Mary Cuzin
Elton Coutinho Gonçalves
Layla Espindola
Jociane Vaz Cordeiro Lesuk
Marcelo Lopes Cabelo
Diogo Libana
Karol Canto Silva
Mara Ulhoa
Janille Mariz A. Garduque
Alexandre Iteriteka
Rosmarie Reifenrath
Cristina Machado Cruz
Giovana Hemb
Roseli Fontaniello